Test Drive BMW 1600 GT

Ir em baixo

Test Drive BMW 1600 GT Empty Test Drive BMW 1600 GT

Mensagem  MarcoTavares em Seg Abr 04, 2011 10:26 am

Testei a BMW 1600 GT na cidade, estrada e auto-estrada.
Muito longe de me considerar um expert, aqui fica porém, a minha opinião sumaríssima, sobre esta mota que me
tinha vindo a despertar uma enorme curiosidade. Após o teste, algum desencanto.

Pontos positivos:
Muito boa maneabilidade, um muito bom em curvas a baixa e...moderada velocidade.
Excelente a travar.
Muito confortável.
Estética.
Farol adaptativo.
Equipamento e te€nologia q.b.

Pontos negativos:
Acelerador impreciso. (como é possível?)
Gearbox sucks! Curso do pedal longo e a cada mudança, um "clank"!
Transmissão! Ruído quando se desacelera e volta a acelerar. Penso que este ruído (e folga) do eixo-cadan havia
sido corrigido noutros modelos já à uns anos. (Back to basics?!)
Motor: ruidoso (escapes) para uma grande turismo, como seria espectável. Numa tirada longa é de chegar ao final com dores de cabeça pela certa. Acresce um silvo tipo assobio...
Esperava também mais "vitamina" deste motor, a aceleração não impressiona.
Alguma instabilidade em curvas rápidas em AE.
Espelhos: Parece-me inconcebível que vibrem de tal forma com a velocidade, ao ponto de não se conseguir ver nada! Pequenos!
Preço.

Abraços, Marco
MarcoTavares
MarcoTavares
Penantes...
Penantes...

Número de Mensagens : 11
Idade : 59
Localização : Faro
Moto do momento : Kawasaki GTR 1400
Data de inscrição : 14/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Test Drive BMW 1600 GT Empty Re: Test Drive BMW 1600 GT

Mensagem  freddy_krueger em Ter Abr 05, 2011 1:17 am

ohlálá....

Eu ainda não experimentei (bem vendo as contas nem devo experimentar)...mas fico algo desapontado com esta nova BM...

Como nos automóveis parece-me que construtores estão cada vez mais a apostar no "mais é melhor", seja em # de cilindros, cilindrada...etc... Mas isto nem sempre é linear...

Porque não lançar uma micro touring... baseada numa moto mais pequena....serei só eu que sinto falta das 400cc?!?!

Só um desabafo..

Mas esta GT/GTL...parece-me que tem muito que andar...o que vale é que os fans da marca aguentam (quase) tudo dos seus modelos... (veneno) hihihi

_________________
freddy_krueger
Sym Fiddle 125 ST - Iron Baby
Ex: Yamaha Fazer 600 '98 - a Bia
ex: Honda CB-500 '94 "xenon" - a Flor
Test Drive BMW 1600 GT 0011sy10
freddy_krueger
freddy_krueger
Moto-Evadido
Moto-Evadido

Número de Mensagens : 4461
Idade : 40
Localização : Mozelos, S.M.Feira
Moto do momento : Sym Fiddle 125 ST IRON Smile
Data de inscrição : 18/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Test Drive BMW 1600 GT Empty Re: Test Drive BMW 1600 GT

Mensagem  pedrogordo em Ter Abr 05, 2011 5:20 am

Viva Marco,

A K1600GT também me despertou muita curiosidade, pois este é um segmento que muito me agrada, pela qualidade das propostas.

Escrevi no GAPE uma review que aqui reproduzo e é curioso como identifiquei pontos que tu também identificaste!

Bom dia a todos,

Sexta-feira passada foi um dia porreiro! Com tempo disponível, ousei fazer o que não deveria, quando não se pretende encontrar motivos para comprar uma mota nova que, no plano teórico, será superior. Mas não resisti e fui na minha mota, para depois poder comparar melhor.Fui fazer uns kms de K1600GT, numa cor branco/cinza absolutamente fantástica, com cerca de 2.000km. Deixo-vos as minhas impressões e recomendo os interessados nesta mota a fazerem o mesmo, pois é uma mota verdadeiramente especial e merece a atenção de todos os que estão interessados numa mota turística de altas prestações.

Parada, a apreciação é fácil. É uma mota grande, mas que nada tem a ver com a LT. O peso é superior a uma GT (1300) ou GTR, sendo mais difícil manobrar. A qualidade dos materiais e equipamentos é excelente e na minha opinião, esteticamente, a mota é fabulosa. Aprecio particularmente a solução estética encontrada para mostrar parte do motor, garantindo ligeireza e espírito desportivo. Apreciei o enquadramento dos piscas frontais, os escapes enormes, mas bem conseguidos, o estilo das malas, que disfarçam a dimensão. A frente com ares de S1000RR reforça a tal imagem dinâmica que a BMW pretende dar para este modelo.

Em andamento, desliguei tudo o que havia de aquecimentos, GPS, rádio, etc., apenas para curtir e apreciar toda a parte ciclística e motor. Sobre equipamento, nada mudou, é do melhor que há, tem tudo e mais alguma coisa, mesmo que se tenha que pagar bem por isso. Os mais exigentes ficarão satisfeitos. Destaco 3 pormenores. Umas abas frontais que se abrem, para conduzir ar fresco para o corpo do condutor (bem esgalhado!), o fecho central de todas as malas e compartimentos (acabou-se a chave para aqui e para ali) e o sistema de iluminação adaptativo, que eu não pude comprovar, mas que um amigos que já fez 500km na mota pôde! Equipamento: nota 10!

Em estrada, é perceptível que o peso está muito bem disfarçado, mesmo que esteja lá e portanto não é uma desportiva e exige mão firme em determinadas situações. Os 3 modos do ESA estão bem calibrados e o conforto é excelente, em todos os aspectos: excelente filtragem de vibrações, banco de qualidade, posição de condução não tão direita como habitual, suspensões, tudo do melhor que pude experimentar. O modo SPORT é para mim o mais surpreendente, na medida em que controla eficazmente a elevada massa da mota, mantendo o conforto em bom nível. Por comparação, na GTR 1400 eu tenho que colocar a minha suspensão rija para obter uma boa performance desportiva. As suspensões são realmente muito boas e sempre fui fã das soluções da marca.

Onde nunca fui um grande fã foi em termos de mecânica. Os boxer nunca achei interessantes até há pouco tempo e apenas nas GS’s. O “tijolo” 1100, depois 1200, era algo de intragável. A GT 1300 foi contudo um modelo cujo motor já era mais do meu agrado, mas a caixa demasiado curta, as vibrações e alguns “tiques” de funcionamento, associados a um historial de pequenos e grandes problemas, dentro e fora da garantia, não me motivaram em 2009, a avançar para este modelo da marca. A K1600GT tem a este nível e na minha opinião bastante a provar, mesmo que os últimos 2 anos tenham sido positivos neste aspecto.

A minha primeira sensação quando liguei o motor na minha garagem, na semana anterior, foi que não parece um 6 cilindros. Ou melhor, nada tem de parecido com o motor da Goldwing, que era o único que conhecia bem. São coisas diferentes. Em andamento, a GT 1600 tem um ruído espectacular, uma nota de escape bastante desportiva. É suave, mas não como uma Goldwing. Subindo de rotação, o ruído altera-se, sendo uma bela orquestra mecânica. É uma verdadeira maravilha para os ouvidos, com o compromisso ideal entre suavidade e desportividade. Menos bom, a sensibilidade do acelerador “wireless”, que não me convenceu. Tem um “lag” pronunciado ao ralenti e mesmo em andamento a sensibilidade é estranha. Talvez o hábito melhore ou então uma actualização na centralina. Igualmente menos agradável o calor que o motor emana, ao qual me habituei na Pan, FJR e GTR e que neste modelo nada é inferior! Em termos de potência, confesso que talvez a minha expectativa fosse demasiado elevada e portanto esperava ainda mais. No modo dynamic, o comportamento é muito bom, permitindo sair de baixas rotações de forma contundente ou, se preferirmos, a médias com a “faca nos dentes” e o motor já a cantar. Mantendo o modo SPORT no ESA, o comportamento mantém-se muito composto. De realçar que mesmo em altas rotações, o motor não exibe vibrações.

Os travões são bons, mas não têm a mordacidade da GT 1300, sendo mais progressivos. A caixa de velocidades está ao nível do habitual na marca, ou seja, é mazinha, faz ruído e está longe das referências japonesas. O posicionamento é mau para quem não tiver pé grande biqueira larga, mesmo recorrendo à pequena regulação disponível. Nota-se sobretudo a passar caixa para cima. As relações parecem-me muito adequadas (uma grande melhoria face à GT1300) e a 6ª permite rolar a 160km/h a rotações baixas e sem esforço, sem prejudicar a saída a baixas rotações. A embraiagem é muito leve, pareceu-me deslizante (não estou certo que seja) pela sensibilidade na manete. Não tive oportunidade de experimentar o ABS e controlo de tracção.

Globalmente, julgo que a 1600GT é a melhor mota turístico desportiva do momento e acrescenta conforto, equipamento e exclusividade ao que a GTR 1400 e GT 1300 ofereciam. O que se perde face a estas duas ofertas? Na minha opinião e de acordo com esta primeira experiência, quer a GT 1300, quer a GTR são mais rápidas e desportivas, também mais económicas e leves.

Um abraço para todos.

Pedro
pedrogordo
pedrogordo
Bicicleta
Bicicleta

Número de Mensagens : 329
Idade : 43
Localização : Leiria
Moto do momento : BMW K1600GT
KTM Superduke 990
Data de inscrição : 24/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Test Drive BMW 1600 GT Empty Re: Test Drive BMW 1600 GT

Mensagem  freddy_krueger em Ter Abr 05, 2011 6:08 am

Adoro estes teus "testamentos"....dão-me logo tanto a ideia da moto e toda uma imensidão de pormenores que (quase) nem é preciso experimentar Razz

Xiii...a cena da caixa é uma grande nóia...nem todos somos alemães e calçamos 48!!! E logo eu que além de perna curta tenho pé curto (39/40)....é só mais uma razão para não ir experimentar a BMW...(essa e a tal de não ficar contagiado...hihihi)

_________________
freddy_krueger
Sym Fiddle 125 ST - Iron Baby
Ex: Yamaha Fazer 600 '98 - a Bia
ex: Honda CB-500 '94 "xenon" - a Flor
Test Drive BMW 1600 GT 0011sy10
freddy_krueger
freddy_krueger
Moto-Evadido
Moto-Evadido

Número de Mensagens : 4461
Idade : 40
Localização : Mozelos, S.M.Feira
Moto do momento : Sym Fiddle 125 ST IRON Smile
Data de inscrição : 18/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Test Drive BMW 1600 GT Empty Re: Test Drive BMW 1600 GT

Mensagem  Paula Kota em Qua Abr 06, 2011 4:12 am

freddy_krueger escreveu:Adoro estes teus "testamentos"....dão-me logo tanto a ideia da moto e toda uma imensidão de pormenores que (quase) nem é preciso experimentar Razz

Subscrevo na íntegra.

Pedro, está fantástico!

PS: até começo a perceber de mecãnica Very Happy
Paula Kota
Paula Kota
Utilitária
Utilitária

Número de Mensagens : 1018
Idade : 109
Localização : Lisboa
Moto do momento : BMW F650
Data de inscrição : 23/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Test Drive BMW 1600 GT Empty Re: Test Drive BMW 1600 GT

Mensagem  Victor em Seg Abr 18, 2011 12:47 pm

Só me lembro de ler isto:


[quote="MarcoTavares"]Testei a BMW (...)

Pontos negativos:
Gearbox sucks!
Preço.
[/quote]

Todo o resto.... ZUPS!


Mas prontos... há quem diga que eu é que sou avesso ás BM's e que só vejo coisas negativas, etc e tal...
Victor
Victor
Moto-turista
Moto-turista

Número de Mensagens : 1567
Idade : 45
Data de inscrição : 19/07/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Test Drive BMW 1600 GT Empty Re: Test Drive BMW 1600 GT

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum